Blog

Desfralde: sim ou não?

por Liliana Lima em Nov 25, 2021

Desfralde: sim ou não?

Uma das maiores questões atuais da parentalidade, sobretudo quando os filhos vão entrar na pré escola ou quando chega o bom tempo é perceber o momento certo em que se pode tirar as fraldas e como ensinar aos pais a terem paciência e dedicação durante essa fase.

Por isso, antes de tudo é super importante vermos o bebé e criança que temos á nossa frente, e ter a consciência de que as fraldas não se retiram. Não é um processo guiado pelos pais. Mas sim percorrido pela criança, e apenas acontece (e acontece muito facilmente sem descuidos ou grandes retrocessos quando a própria criança dá esse passo) quando a criança atinge um n+ivel de maturidade dos esfincter e perceção do seu proprio corpo, quando consegue controlar e aguardar até chegar ao local "correto" para fazer as suas necessidades.

Quando o processo é guiado por pessoas externas, é frequente que a criança vai de certeza sujar a roupa, a cama e quem sabe até mesmo o tapete e o sofá. Este processo não é de todo necessário para as famílias, quando apoiam a criança, incentivam, mostram o processo, tal como fazemos quando eles vão começar a caminhar, comer, falar ou ter dentes. Estamos lá ao su lado, mas não podemos, nem devemos forçar etapas e aquisições.

Cada criança leva o seu tempo de desfralde e este tempo varia naturalmente de criança para criança. 

Para as crianças, o momento de aprender a conter a urina nem sempre coincide com a das fezes. De igual modo, a continência urinária noturna pode coincidir com a diurna ou pode ocorrer vários meses ou anos depois.

O desfralde geralemnte começa a acontecer quando a criança tem cerca de 3 anos de idade. No entanto, esse início não deve ser ditado pela idade da criança, pois esta tem de estar fisiológica e psicologicamente pronta. Esse momento pode variar muito de criança para criança.

Para saber se a sua criança está pronta repare no comportamento dela. Veja se ela lhe dá indicações que a fralda suja a incomoda, se ela mostra desconforto e nojo ou até mesmo estranhar a fralda, se ela mostra que quer urinar ou defecar. Com essas pequenas indicações ela pode estar a querer começar a desprender-se do uso de fralda. Por outro lado, os pais devem estar preparados para dedicar a atenção e paciência necessária pelo período que for necessário.

Desfralde

 

Primeiros sinais e o que fazer

Para perceber a necessidade da criança em desfraldar tenha em consideração os seguintes sinais:

  • Mostra curiosidade em ver os pais a usarem frequentemente o quarto de banho;
  • A criança mostra interesse pelo penico ou pela sanita;
  • Faz perguntas sobre o assunto ou faz sinais quando está a urinar ou defecar.

Os pais, por outro lado, podem incentivar e ajudar o processo de desfralde das seguintes formas:

  • Comprar um penico ou um banco de sanita;
  • Utilizar cuecas de aprendizagem podem ser imensamente úteis quando eles já não querem a fralda mas ainda não estão preparados para utilizar cuecas sem absorção;
  • Comprar cuecas ao gosto da criança;
  • Elogiar sempre que a criança aprende algo novo ou progride na aprendizagem;
  • Vestir a criança com roupas largas e fáceis de despir;
  • Evitar ao máximo fazer ameaças ou aplicar castigos.

Assim que a criança começa a dar sinais que está preparada para o desfralde, os pais devem perguntar-lhe ao longo do dia se ela tem vontade de usar o penico ou a sanita e dar-lhe a opção de escolha. No entanto, estes devem estar preparados e ouvir um “não” com frequência.

Podemos ir relembrando a criança se ela precisa de ir fazer xixi, podemos mostrar como se faz, o que acontece na casa de banho, qual o processo. 

Eles podem pedir para ir várias vezes, com ou sem roupa e não fazer nada, é natural. 

Tenha em atenção que, para evitar o desenvolvimento de obstipação e com isso atrasar o desfralde, as crianças podem não querer defecar no penico. Nesse caso, é importante que possam continuar a fazer as necessidades na fralda como era habitual.

 

Desfralde diurno & desfralde noturno

É geralmente conhecido que o desfralde diurno e noturno exigem diferentes disciplinas por parte da criança. Visto que o desfralde diurno acontece quando o bebé está acordado (período de maior atenção consciente), por essa mesma razão este costuma levar menos tempo em comparação com o noturno.

Por sua vez, o noturno tem tendência a ser um pouco mais difícil e demorado porque ocorre quando a criança está a dormir. 

Não acorde o seu filho para ir à casa de banho. Mantemos a fralda até esta deixar de ser necessária. A qualidade do sono, que é interrompida se os pais acordarem a criança não é aconselhada.

 

Desfralde com insucesso

Caso a criança se recuse a usar o penico ou a sanita, é aconselhado fazer uma intervalo entre 1 a 3 meses no processo. As tentativas serão inúteis caso a criança não esteja preparada e essa será com alguma certeza a explicação mais provável para o insucesso no desfralde.

Porém, caso sejam realizadas várias tentativas sem sucesso de desfralde diurno e noturno e a criança tiver mais de 4 anos, o ideal será ela ser observada pelo seu pediatra assistente.

Tags: