Epsom Salts 250gr

    Epsom Salts 250gr

    €8,00
    DESCRIÇÃO

    O sulfato de magnésio, ou sulfato oriundo de pedra magnética, de nome comum sal de Epsom, é um composto químico que contém magnésio,


    --

    Usos na agricultura

    e jardinagem, o sulfato de magnésio é empregado como corretor da deficiência de magnésio no solo (o magnésio é um elemento essencial no processo da molécula de clorofila). É comum sua aplicação no cultivo de plantas em pomares ou vasos quando seus solos carecem de suficiente magnésio, como, por exemplo, para batatas, rosas e tomates. A vantagem do sulfato de magnésio sobre outros aditivos de magnésio para o solo, é sua alta solubilidade.

    É usado exatamente como nutriente para a vida vegetal, nas soluções destinadas ao cultivo por hidroponia

    Uso médico
    Em uso local pode utilizar-se para o tratamento da unha encravada. O sulfato de magnésio oral e o hidróxido de magnésio se empregam como laxante para as grávidas. Os sais de Epsom também estão disponíveis na forma de gel para aplicação tópica sobre feridas e áreas doloridas. Em administração intravenosa se emprega frequentemente para reduzir a intensidade das cãibras.

    Por outro lado é utilizado durante a gravidez para a prevenção das crises convulsivas ou em coma conhecidos como Eclampsia. Além disso pode ser utilizado como broncodilatador - logo de que as drogas betaagonistas e anticolinérgicas tenham produzido uma dessensibilização de seus respectivos receptores - nas exacerbações severas da asma. Também pode ser empregado na forma de nebulizações para aliviar os sintomas da asma, ou subministrá-lo em via intravenosa para tratar casos de crises asmáticas severas.

    Outros usos
    O sulfato de magnésio é empregado além disso como sais de banho, particularmente na terapia de flutuação, porque altas concentrações deste sal dissolvido em água aumentam a densidade da solução, o que faz que um corpo humano flutue como uma boia. Tradicionalmente tem-se empregado para preparar banhos para os pés com propósitos de relaxamento. Em algumas partes do mundo (como na Nova Zelândia) é adicionado às bebidas caseiras; neste caso, o radical sulfato não é importante, porque é o magnésio que proporciona um sabor entre ácido e amargo, devido a seu íon Mg2+ que atua como saborizante.

    No hobby do aquarismo, o sal de Epsom é utilizado como tratamento para alterações na bexiga natatória, órgão que controla a capacidade pressórica gasosa do interior do peixe e permite que o mesmo nade em diferentes níveis de profundidade. Essa patologia é muito comum em peixes ornamentais alimentados com rações flocadas e ou flutuantes, pois ao abocanhar a comida o peixe acaba por engolir também ar atmosférico, é uma patologia muito comum em peixes dourados (kinguios ou famosos véus-de-noiva). Durante a crise, o peixe fica de cabeça para baixo e não consegue se alimentar direito, muitas vezes o fluxo d'água acaba por carregar o peixe, que perde em qualidade de vida e se não tratado rapidamente pode morrer. Para o tratamento, isola-se o peixe doente e dilui-se o sal de Epsom na água declorada com oxigenador e poe o peixe. O sal estimula o intestino do peixe, como laxante, fazendo eliminar as fezes com os resíduos de ar que fazem com que o peixe perca a capacidade de regular corretamente o seu nado.

    O sulfato de magnésio se classifica e prepara com diversos graus de pureza, de acordo com seus distintos usos. Não deve confundir-se o grau agrícola, utilizado no campo, armazenado junto a pesticidas e outros produtos agrários, com o grau alimentício ou o analítico, os que devem cumprir com as distintas normas do grau de pureza exigido.


    .

    Se precisar de ajuda, entre em contacto connosco <3

    REVIEWS

    VISTO RECENTEMENTE:

    DE VOLTA AO TOPO